• Ligue agora: (31) 3776-5116| (31) 99741-1158
Dicas de Pedras para Calçada Residencial

Na hora de escolher uma boa pedra para fazer uma calçada residencial, devemos ter em mente algumas informações, principalmente de qual é a pedra ideal para aplicar no local escolhido. Geralmente as calçadas são escolhidas por último, mas o ideal é sempre começar por elas. Dessa forma, será possível ter uma melhor visão geral do projeto.

Lembrando que a calçada é a primeira vista que se tem da residência, portanto devemos sempre ter em mente de que tudo deve ser bem projetado e muito bem analisado de maneira que não haja nenhum tipo de problemas.

Quais são as melhores pedras para aplicação de calçada residencial?

Se você está fazendo um obra, provavelmente já lembrou de alguma calçada residencial que você viu e gostou. Assim é mais fácil imaginar como a realização final do projeto ficará.

Agora se você não tem ideia sobre a pedra ideal para sua calçada residencial, listamos abaixo aquelas que são mais utilizados e que proporcionam um grande benefício, não só estético como também funcional. Saiba mais e fique por dentro das características e principais vantagens delas:

1. Pedra Portuguesa

A pedra portuguesa é comumente vista em calçadas públicas e parques das grandes cidades portuguesas e brasileiras. Mas esse revestimento também pode ser usada em calçada residencial, afinal essa pedra tem excelente vida útil, é antiderrapante e deixa o ambiente com uma aparência muito mais sofisticada. Além disso, é possível criar diversos mosaicos na calçada combinando os diferentes tons da pedra.

Não deixe de conferir nosso artigo Calçada de pedra portuguesa: por que é mais vantajoso do que outras opções de piso?

Calçada residencial em Pedra Portuguesa

2. Pedra Miracema

Essa pedra, que é originária de Santo Antônio de Pádua, é excelente para revestir locais externos, como uma calçada residencial. É um ótimo produto, muito durável, resistente e versátil. Além de ter um preço atrativo, a pedra miracema é extremamente fácil de limpar. Basta uma vassoura com pelagem dura ou uma máquina de jato de água de alta pressão para limpezas mais profundas.

Calçada Residencial em Pedra Miracema

3. Basalto/São Tomé

O Basalto é um material muito resistente e tem um excelente custo-benefício. Geralmente elas são ótimas ideias para obras maiores, já que elas se ajustam conforme o seu próprio peso. Ademais, o basalto é uma boa opção para calçada residencial porque é antiderrapante.

Calçada residencial em Basalto

4. Granito

Essa pedra é extremamente resistente e com custo muito baixo. É muito utilizado tanto em calçada residencial quando em garagens. Porém, uma desvantagem desse tipo de revestimento é que ele absorver o calor, podendo ser ruim para cidades com clima muito quente.

Calçada residencial de Granito

Quais cuidados devemos ter ao realizar a manutenção das pedras?

Na hora de fazer a calçada residencial talvez não pensemos muito sobre os cuidados que devem ser tomados, mas a verdade é que devemos ficar atentos na hora de limpar. Lembrando que essas pedras são naturais e a falta de cuidados pode ocasionar manchas.

Mas como fazer para não manchar? O ideal é sempre utilizar sabão neutro, água e esfregão para efetuar a limpeza. Se for um local que tenha muita sujeira, utilize ácidos próprios para a limpeza de pedras que não manchem ou modifiquem a aparência das mesmas.

Esse tipo de calçada residencial é uma excelente escolha devido a sua durabilidade, versatilidade e boa aparência. Ela atribui uma grande beleza à casa ou até mesmo à empresa. Além disso, devemos lembrar que as calçadas com esse tipo de revestimento costumam durar, em média 30 anos, quando bem cuidadas.

Algumas dicas sobre calçadas residenciais

Quando for construir ou reformar a calçada da sua residência, lembre-se dos pontos cruciais a seguir:

  • Lembre-se de obedecer os limites pré-determinados sobre acessibilidade geral, disposta em lei. Não é possível alterar o projeto especificado pela prefeitura.
  • Ao pegar o projeto liberado pela prefeitura, todo o processo deve ser feito conforme o informado, de modo que você não corra o risco de mais tarde acabar perdendo seu investimento e tendo alguns prejuízos.
  • Entenda ainda que obedecendo as regras da prefeitura referente à altura, principalmente, o restante fica por conta do planejamento.

Então, quando for fazer sua calçada, procure escolher conforme as qualidades e características de cada uma das pedras citdas. Dessa maneira, você verifica qual sua necessidade e consegue aplicar aquela que mais se adequa a isso.

O que deve ser colocado junto a calçada residencial

Saiba que a calçada residencial fica ainda melhor quando você consegue colocar um modelo de paisagem com ela. Afinal, quem não gosta de ver um local bonito e harmônico? Uma boa dica é apostar no verde: árvores e pequenos jardins deixam o ambiente mais bonito e funcional – pelo fato de ajudar nos dias chuvosos a escoar a água.

Logo no momento em que você começar a planejar sua calçada, o ideal é que planeje também o jardim. Até mesmo para evitar que você precise refazer a obra futuramente. Lembre-se também que, além de serem lindas e capazes de proporcionarem sombras, as árvores são de grande ajuda para os centros urbanos.

Lembre-se de pensar na calçada da sua residência

Obviamente você não vai querer deixar a parte mais importante do seu design que é a aparência frontal de fora né? Sem contar que ao utilizar as pedras naturais na calçada residencial seu custo é mais baixo e sua durabilidade maior. Logo investir nas pedras naturais são sempre um bom negócio!

E aí, o que achou das dicas de hoje? Gostaria de saber se alguma pedra natural que não foi citada aqui  pode ser usada para calçadas residenciais? Mande-nos uma mensagem no campo de comentários abaixo. Será um prazer ajudá-lo a tirar essa dúvida.

1 Comment

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*