• Ligue agora: (31) 3776-5116| (31) 99741-1158
Dicas de Pisos para Áreas Externas

Se você tem dúvidas sobre os tipos de pisos para áreas externas, veio ao lugar certo. A decoração de uma residência vai muito além dos móveis e revestimentos da área interna. Não podemos esquecer que a parte externa também se figura como um ambiente que você deve se preocupar, principalmente se tiver algum espaço de lazer onde serão recebidas as visitas.

O piso, via de acesso e circulação para pessoas e automóveis na propriedade, demanda de uma seleção bem pensada. Pela exposição constante às intempéries e visando garantir a segurança de quem circula por ali, algumas especificidades devem ser levadas em consideração. Além disso, podemos contar com infindáveis possibilidades de materiais para serem utilizados conforme a criatividade do projeto permitir.

A partir de agora, apresentaremos todos os requisitos básicos a serem observados na escolha dos pisos para áreas externas. Também falaremos a respeito dos materiais mais utilizados e confiáveis para essa aplicação. Continue conosco!

Aspectos a serem observados na escolha do revestimento

Optar pelos pisos para áreas externas como calçadas, jardins, entorno da piscina, garagem e varandas nem sempre é simples. Podemos ficar confusos diante de tanta variedade disponibilizada pelo mercado. Por isso, antes mesmo de a obra começar, precisamos estar de olho na função que aquele espaço irá exercer.

Cada tipo de piso conta com atributos peculiares à matéria-prima da qual é feito. Todavia, alguns fatores precisam ser observados em todos os casos. Os pisos para áreas externas da residência deve ter:

  • Função antiderrapante

Pisos para áreas externas escorregadios representam um enorme perigo para os moradores e visitantes. Inclusive os veículos podem derrapar e causar barulhos inconvenientes durante as manobras que, pouco a pouco, acabam irritando até mesmo os vizinhos. Porém, há opções de revestimento que estão blindadas contra esse tipo de problema;

  • Grande resistência

A incidência de sol, chuva e intempéries são elementos fundamentais a serem ponderados. Jamais escolha pisos para áreas externas que sejam incompatíveis com a exposição aos diferentes tipos de tempo;

  • Durabilidade comprovada

Todos sabemos que a obra de construção ou reforma de um piso, independentemente de ser na área interna ou externa, pode ser incômoda caso a família já esteja morando no local. Sem falar nos gastos dobrados que estão envolvidos. Por isso, considere sempre a durabilidade para evitar uma futura substituição repentina pela falta de qualidade do material escolhido;

  • Facilidade na limpeza e manutenção

Esteja atento para a dificuldade que alguns pisos para áreas externas têm no quesito limpeza. Alguns tipos de piso encardem com facilidade, principalmente no caso das cerâmicas;

  • Conforto térmico

Dias de sol quente podem gerar um grande desconforto caso o piso da área externa não conte com a função atérmica;

  • Estética harmoniosa com o imóvel: o bom gosto na determinação do tipo de material, cores e disposição dos pisos para áreas externas é imprescindível para que haja sintonia entre a propriedade e seu entorno. Lembre-se que pisos de pedra natural também contam (e muito!) para a valorização do imóvel.

Dicas de pisos para áreas externas

A seguir, algumas ideias de pisos para área externa para sua obra. Preste atenção nas características, vantagens e desvantagens de casa item. Inspira-se e escolha qual é o mais adequado aos seus anseios.

1. Piso de pedra natural

Por falar em pedras naturais, essa é a primeira opções sobre a qual nós vamos tratar. Os pisos para áreas externas em pedra natural são, sem dúvida alguma, a opção com uma das melhores relações entre custo e benefício.

É possível encontrar pedras naturais capazes de revestir pisos nas mais diversas formas, texturas e cores. Esse tipo de material é considerado mais elegante e valoriza qualquer ambiente. Dentre as pedras naturais mais utilizadas em calçadas e áreas externas estão: Pedra São Tomé, Pedra Miracema, Pedra Mineira e a mais bem cotada do momento: a Pedra Portuguesa.

A Pedra Portuguesa é a nossa queridinha e também a queridinha de muitos amantes da boa decoração. Isso porque as vantagens de usar esse revestimento são inúmeros. Além atender os requisitos citados acima, a pedra portuguesa possui um design rústico e bonito que deixa qualquer ambiente mais atraente. Ademais, a pedra portuguesa combina bem com vários tipos de materiais e elementos, dando um destaque ainda mais marcante quando combinada com uma boa iluminação.

Caso você queira sair um pouco do padrão de cores branco e preto que são mais utilizados, a Pedra Portuguesa possui outras cores muito interessantes, como amarelo, creme, vermelho, cinza e multicor. Com criatividade, é possível criar desenhos e mosaicos incríveis e cheios de personalidade para sua obra.

Se adorou a ideia de revestir os pisos da área externa da casa, confira nosso artigo Hora de escolher os pisos? Conheça os prós e contras do piso de mosaico português. Certamente será muito útil na hora de decidir por esse tempo de revestimento.

Pisos para Áreas Externas - Pedra Portuguesa

2. Piso cimentício

Quando fabricado em concreto de alto desempenho, o piso cimentício possui resistência significativa. Ele é interessante tanto para áreas de lazer como para garagens, adaptando-se sem dificuldades à diferentes medidas e padrões.

O cimento queimado, por exemplo, se tornou uma tendência forte na decoração como pisos para áreas externas. Nos últimos anos, temos visto variados projetos que aplicam a técnica. No entanto, a instalação requer um profissional experiente que utilize juntas de dilatação. Ainda assim, a obra está sujeita à trincas após sua finalização por conta da mudança de temperatura.

Em pisos cimentícios, não pode ser ignorada a necessidade de um acabamento com textura. Há, ainda, a possibilidade de aplicação de produtos específicos para gerar porosidade e evitar que a área fique escorregadia quando molhada.

Pisos para Áreas Externas - Piso Cimentício

3. Piso cerâmico

Esse é um dos pisos para áreas externas mais utilizado, principalmente quando há restrições no orçamento. Existem opções com um custo baixo no mercado. Mas, infelizmente, a qualidade também é mais baixa.

A medida de resistência à abrasão, chamada PEI, varia de 0 até 5. Quanto maior, mais durável será a cerâmica. Cores e modelos variados surgem com frequência nas lojas de materiais de construção. Só que não podemos deixar de ficar de olho no tipo de textura antiderrapante, para evitar um piso difícil de limpar e que fique facilmente manchado.

Pisos para Áreas Externas - Piso Cerâmico

4. Piso de porcelanato

O porcelanato é um dos queridinhos para o revestimento da área interna da casa. O que muita gente não sabe é que ele também pode ser aplicado como pisos para áreas externas. Isso inclui até mesmo a garagem.

A variedade de modelos e cores aumenta a cada ano. O que preocupa é que o porcelanato não absorve a umidade e, por conta disso, demanda de mais pontos de escoamento (ralos) ou inclinações para direcionar o fluxo da água. Para que não seja muito liso, as peças com acabamento mais rústico são as indicadas.

Pisos para Áreas Externas - Piso Porcelanato

5. Piso Fulget

Entre os tipos de pisos para áreas externas tem o piso Fulget, conhecido ainda como granilite rústica. É uma massa de cimento que recebe a adição de pequenos pedaços de outras pedras, inclusive nobres (como mármores e granitos). Essa mistura resulta em um revestimento resistente, embora bastante áspero. Por isso, pode ser desconfortável em lugares onde se anda descalço, como na beira da piscina.

Pisos para Áreas Externas - Piso Fulget

6. Piso de madeira

A rusticidade da madeira faz com que muitos escolham decks desse material para as áreas externas. Eles são interessantes para delimitar espaços específicos. Como principal vantagem, podemos destacar que não é necessário contrapiso e a água da chuva terá uma boa drenagem.

A madeira é resistente quando bem cuidada. Desta forma, a manutenção pode ser mais frequente do que a de outros pisos para áreas externas. Por fim, vale frisar que opções sustentáveis (de reflorestamento) são ecologicamente corretas.

Pisos para Áreas Externas - Piso de Madeira

E aí, ficou com alguma dúvida? Como sempre gostamos de lembrar, não hesite em nos contatar para tirar suas dúvidas. Será um prazer atendê-lo. Até breve, com mais dicas!

Deixe uma resposta

Your email address will not be published.

*